.

quinta-feira, 27 de março de 2008

PASSA QUATRO: PRESENTE, PASSADO E NATUREZA NO EXTREMO SUL DAS GERAIS

A cidade de Passa Quatro fica localizada no sul de Minas Gerais, a 970 metros de altitude, nas chamadas Terras Altas da Serra da Mantiqueira, próximo à divisa com São Paulo. Seu nome nasceu de uma referência que o bandeirante paulista Fernão Dias deixou para os viajantes posteriores: "Passa quatro vezes o mesmo rio e terás um repouso tranqüilo". A passagem dos bandeirantes paulistas e suas paradas no século 17 deram origem à cidade e ao trajeto da Estrada Real, cujo percurso passava pelo Vale do Paraíba Paulista e escoava, através do porto de Paraty, no estado do Rio, o ouro extraído das Minas Gerais.


Vista do Mirante de Passa Quatro

O local continua propício para um repouso tranqüilo em pleno século 21. Com cerca de 15 mil habitantes, Passa Quatro possui um rico acervo arquitetônico e urbanístico formado por construções que datam da virada do século 19 para o 20: A Matriz de São Sebastião, a Igreja de Nossa Senhora Aparecida, em estilo gótico, o calçamento em paralelepípedos formando faixas claras e escuras, as fontes de água mineral presentes em todas as praças e jardins, o conjunto da estação ferroviária e o clima, que no verão varia entre 16 e 22 graus e, no inverno, chega a 0 grau durante as geadas da madrugada, dão um toque especial e aconchegante à cidade.
Matriz de São Sebastião

Igreja de nossa Senhora Aparecida

Já as belezas naturais da estância climática e hidromineral formam um complexo propício ao ecoturismo, onde estão presentes o Pico da Pedra da Mina, com 2797 metros de altitude — que fica no trecho da Mantiqueira chamado de Serra Fina e é o 4º ponto mais alto do Brasil — o Pico dos Três Estados, com 2665 metros, localizado no encontro entre as divisas de SP, MG e RJ, e o Pico do Itaguaré, com 2308 metros, onde nasce o ribeirão Passa Quatro, que corta a cidade e foi a referência para a chegada dos bandeirantes paulistas, e para a escolha do nome com que os mesmos batizaram o lugar.

Os 370 quilômetros de estradas rurais de Passa Quatro oferecem trilhas para treking, passeios de jipe e sediam anualmente a Copa Power Bike de mountain bike, que terá sua edição 2008 realizada nos dias 12 e 13 de abril próximos. Outros atrativos são a Reserva Florestal do IBAMA, rios, cachoeiras e pescarias de truta. No centro da cidade, próximo à Matriz de São Sebastião, o visitante pode obter informações sobre as opções turísticas do município.


Por estar perto da divisa com São Paulo, a cidade foi cenário das revoluções de 1930 e 1932. Uma ótima opção para o turismo histórico é a viagem de maria fumaça em vagões do século 19, que partem da estação da cidade todos os sábados às 10h e às 14h30 e, aos domingos, às 10h. Antes do embarque e no retorno, os turistas ouvem as músicas do acordeom tocado por um típico personagem do Brasil; seu José Rodrigues, de 59 anos. Deficiente visual, José toca o instrumento há 20 anos.


José Rodrigues, 59 anos. Música ao vivo na estação da cidade, apesar da deficiência visual

Vagões do século 19 ...

e a locomotiva fabricada em 1929
A passagem custa 25 reais por pessoa, e o trem percorre um trecho da antiga estrada de ferro Sul Mineira Highway, que ligava Cruzeiro, no Vale do Paraíba Paulista, a Três Corações / MG. O percurso passa pela estação de Manacá, no distrito de Pinheirinho, onde funciona uma feira de artesanato. No local, foram gravados os últimos capítulos da minisérie Mad Maria, da TV Globo. O passeio termina na estação de Coronél Fulgêncio, próximo ao túnel de 1 quilômetro de extensão que separa Minas Gerais de São Paulo, e foi o cenário de sangrentas e decisivas batalhas da Revolução Constitucionalista de 1932, com a presença do então jovem médico mineiro Juscelino Kubitschek.
A pequena estação de Manacá, que já foi cenário para gravações da TV Globo
Em Passa Quatro, presente, passado e natureza se encontram graças a um universo com jeito de máquina do tempo capaz transportar o visitante para o século 19 e, porque não, para o aconchego do repouso tranqüilo dos fundadores e pioneiros bandeirantes paulistas.


Para chegar à cidade, o turista deve usar a saída 39 da rodovia Presidente Dutra, que fica no quilômetro 40, em Cachoeira Paulista. Depois deverá seguir pela rodovia SP–58 em direção à cidade de Cruzeiro/SP, até o trevo que indica o acesso para Passa Quatro pela SP–52.
Cássio Ribeiro

3 Comentários:

  • Parabéns, Cassio.
    Um "blogue" sério e bem escrito.
    Você arrasou...

    Por Blogger Orlando Calado, às 13 de agosto de 2008 22:07  

  • Bom trabalho!!!!!!!!!! esta cidade me traz boas recordações à 24 anos eu conheci este lugar maravilhoso de gente hospitaleira,educada e orgulhosa de sua cidade!!!!!!!Cconheci uma menina muito especial, que mostrou-me a cidade que naquela época já era muito bonita!!!!!!!! até hoje eu me lembro daquela pessoa muito especial,
    o nome eu confesso que não lembro mas do apelido sim (BONECA)moradora da rua general barcellos,infelizmente por motivos profissionais eu não retornei,mas ficou em minha lembrança o bom lugar,tranquilo de gente pacata e ordeira!!!!!!!!!um dia eu volto!!!!!!1talvez eu ainda encontre a única amizade que fiz!!!!!!!!

    Por Blogger luiz carlos de jesus, às 10 de junho de 2009 17:19  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger sergio lucas pereira da cruz, às 31 de dezembro de 2009 12:26  

Postar um comentário

<< Home